Caso "Grameen" vence o concurso europeu de Business Schools

O Professor da AESE Eugénio Viassa Monteiro foi premiado pela ECCH (European Case Clearing House) na mais prestigiada competição europeia de business schools. A cerimónia de entrega dos prémios realiza-se em setembro, em Londres.

O concurso da ECCH premeia os casos mais importantes escritos por Business Schools europeias. Vencedor na área de Empreendedorismo Social, o Prof. Eugénio Viassa Monteiro escreveu o caso “Banco Grameen: o crédito como Direito Humano”. A AESE figura assim no quadro das Escolas de Negócios vencedoras em 2010, juntamente com a London Business School, o IMD, o INSEAD, Cranfield, EABIS e o IESE.

Fruto de um trabalho de investigação desenvolvido em conjunto com Ana Janeiro Dias (Executive MBA AESE/IESE), Eugénio Viassa Monteiro refere que “o Prémio Social Entrepreneurship da ECCH, é um reconhecimento internacional ao que a AESE tem vindo a fazer e a ensinar, desde há tempos, desenvolvendo para tal «casos» apelativos que facilitem o entendimento do empreendedorismo e o aprofundamento dos aspetos centrais que fazem levar a bom termo uma iniciativa. É nas Instituições de caráter social onde mais ginástica e aprendizagem se produz, dada a escassez de recursos e as grandes necessidades a satisfazer, obrigando as organizações a serem muito «magras» e, sobretudo, de extrema eficiência.

Nas Instituições Sociais, as dificuldades que surgem no «caminho» são, habitualmente, ocasião de cuidado estudo e exercício da imaginação para se encontrar soluções altamente criativas. Tais soluções significam quase sempre uma notável superação das dificuldades e saltos qualitativos descomunais. A ECCH utilizou métodos objetivos para premiar os Casos divididos em nove Categorias, e a AESE coloca-se, assim, entre as Escolas de Negócio mais destacadas como a LBS, o IMD, o IESE, etc.”

Segundo Richard McCracken, Diretor do ECCH, “The 2010 Awards reflect the growing number of schools writing successful teaching cases and we are delighted to welcome AESE - Escola de Direcção e Negócios to the top table of European case authoring schools.”

A AESE – Escola de Direcção e Negócios é líder no ensino com o Método do Caso em Portugal, desde 1980. O valor da atribuição traduz-se não só na produção de conhecimento com relevância para a comunidade científica mundial, mas também para o tecido empresarial, pela disseminação de boas práticas em gestão e direção de empresas.