Notícias

As lições aprendidas com o GAIN

Gonçalo Albino, da Carnalentejana, conta as razões que o levaram a inscrever-se no GAIN e o resultado do investimento

Na reta final do 4.º GAIN, Gonçalo Albino, Diretor Comercial da Carnalentejana, conta como viveu a experiência de encontrar tempo para responder às exigências da sua função e aprender a gerir melhor uma empresa, num setor com uma dinâmica muito peculiar. “Na Carnalenteja, somos 148 produtores, em que temos vacadas desde Odemira até Idanha-a-Nova e, portanto, temos de fazer muitos quilómetros, para visitá-los a todos.

Nós hoje em dia, acabamos por estar ou por nos fazermos demasiado ocupados, e há assuntos fulcrais aos quais não damos a devida atenção. E a gestão, quer nós queiramos, quer não, é algo que não está nos nossos genes. Tem de ser adquirida. Achamos muitas vezes que nós é que sabemos fazer as coisas, e damos por nós a ter quem nos traga conhecimentos muito mais avançados. O GAIN, um programa de gestão vocacionado diretamente para a produção industrial e alimentar, é já por si uma razão óbvia para a nossa escolha. O núcleo dos professores dá-nos uma visão engraçada, crítica e desafiante e é por aí que se tem de transmitir a palavra a quem na nossa área possa vir a fazer um GAIN.”

Eleito presidente do 4.º GAIN, Gonçalo Albino, deduz que foi a abertura, a transparência e a vontade de tentar manter o grupo coeso, que contribuiu para que os colegas sentissem empatia por si e considerassem ser a opção certa para exercer esse papel.”

Conheça com  mais pormenor, os benefícios encontrados nas matérias estudadas, na metodologia e na rede de contactos estabelecida entre colegas.