Notícias

Associações de doentes debatem desafios para uma gestão sustentável e equilibrada

4.º Patient Day da Merck foi realizado em parceria com a AESE

Associações de doentes debatem desafios para uma gestão sustentável e equilibrada
No próximo dia 12 de junho, entre as 13:00 e as 18:00, na AESE Business School, em Lisboa, realiza-se o IV Patient Day, um encontro anual promovido pela farmacêutica Merck, com o intuito de apoiar a capacitação das Associações de doentes em Portugal. Este é um evento dedicado à promoção da partilha de experiências e de best practices que sejam úteis ao trabalho que realizam junto dos doentes e familiares de doentes nas mais diversas patologias. 
“Desafios de uma gestão sustentável” é a temática da edição deste ano, que vai para o quarto ano consecutivo e assume um compromisso com Doentes e Cuidadores. O foco está precisamente nos princípios de gestão e sustentabilidade de organizações sociais e no modelo a seguir. A sessão inicia-se com um debate e partilha de conhecimento sobre o case study, Salud Digna , uma organização sem fins lucrativos fundada em 2003, distinguida pela Universidade de Harvard. Segue-se uma conferência sobre a “Sustentabilidade das Organizações Sociais, em busca de uma realidade possível”, conduzida pela Prof. Cátia Sá Guerreiro, Diretora do Programa de Gestão de Organização Sociais, na AESE Business School, em Lisboa. 
“A gestão e a sustentabilidade tornaram-se, com o passar dos anos, questões de relevo no contexto da saúde, na medida em que os processos de gestão e o pensamento estratégico são essenciais para um melhor desempenho e autonomia. É necessário estender esta gestão sustentável e equilibrada às associações de doentes que são fundamentais, não só para doentes, como para cuidadores, terem conhecimento suficiente sobre as doenças e possam tomar decisões informadas sobre os tratamentos existentes. Este ano queremos analisar os desafios que as associações enfrentam na atualidade e encontrar soluções, e é por isso que voltamos a sentar todas na mesma mesa”, afirma Pedro Moura, Managing Director da Merck.
A Prof. Cátia Sá Guerreiro afirma “a importância de partilhar com as associações de doentes, que na sua maioria têm recursos reduzidos e limitados, alguns princípios de gestão essenciais à sustentabilidade da organização como um fator essencial. Por esse motivo a AESE Business School abriu portas a esta iniciativa que procura a capacitação de instituições e organizações que têm como missão a ajuda de doentes das mais diversas patologias”.  
O Patient Day começou em 2016 com o tema “Public Affairs ao serviço do doente”, ao que se seguiu em 2017 o “Fundraising a nível local e Europeu” e em 2018 com o “Cuidar Informal”, com o intuito de dar resposta à necessidade de capacitação dos milhares de cuidadores informais que existem em Portugal. Com o Patient Day IV deste ano “Desafios de uma gestão sustentável” a Merck procura reforçar o seu compromisso com os Doentes e Cuidadores, estando empenhada em valorizar continuamente o papel das Associações de doentes e em reforçar a sua missão de ajudar a criar, melhorar e prolongar vidas.

O 4.º Patient Day realizou-se a 12 de junho de 2019, na AESE Business School.

Este encontro anual promovido pela farmacêutica Merck teve o intuito de apoiar a capacitação das Associações de doentes em Portugal. O evento esteve subordinado à promoção da partilha de experiências e de best practices que sejam úteis ao trabalho que realizam junto dos doentes e familiares de doentes nas mais diversas patologias. 

“Desafios de uma gestão sustentável” foi a temática escolhida para a edição deste ano. O foco incidiu  sobre os princípios de gestão e sustentabilidade de organizações sociais e no modelo a seguir. A sessão iniciou-se com um debate e partilha de conhecimento sobre o case study, Salud Digna, uma organização sem fins lucrativos fundada em 2003, distinguida pela Universidade de Harvard. Seguiu-se uma conferência sobre a “Sustentabilidade das Organizações Sociais, em busca de uma realidade possível”, conduzida pela Prof. Cátia Sá Guerreiro, Diretora do Programa GOS - Gestão de Organização Sociais, na AESE, em Lisboa. “A gestão e a sustentabilidade tornaram-se, com o passar dos anos, questões de relevo no contexto da saúde, na medida em que os processos de gestão e o pensamento estratégico são essenciais para um melhor desempenho e autonomia. É necessário estender esta gestão sustentável e equilibrada às associações de doentes que são fundamentais, não só para doentes, como para cuidadores, terem conhecimento suficiente sobre as doenças e possam tomar decisões informadas sobre os tratamentos existentes. Este ano queremos analisar os desafios que as associações enfrentam na atualidade e encontrar soluções, e é por isso que voltamos a sentar todas na mesma mesa”, afirma Pedro Moura, Managing Director da Merck.

A Prof. Cátia Sá Guerreiro afirmou que “a importância de partilhar com as associações de doentes, que na sua maioria têm recursos reduzidos e limitados, alguns princípios de gestão essenciais à sustentabilidade da organização como um fator essencial. Por esse motivo a AESE Business School abriu portas a esta iniciativa que procura a capacitação de instituições e organizações que têm como missão a ajuda de doentes das mais diversas patologias”.  

O Patient Day começou, em 2016, com o tema “Public Affairs ao serviço do doente”, ao que se seguiu, em 2017, o “Fundraising a nível local e Europeu” e, em 2018, com o “Cuidar Informal”, com o intuito de dar resposta à necessidade de capacitação dos milhares de cuidadores informais que existem em Portugal. Com o Patient Day IV deste ano “Desafios de uma gestão sustentável”, a Merck procurou reforçar o seu compromisso com os Doentes e Cuidadores, estando empenhada em valorizar continuamente o papel das Associações de doentes e em reforçar a sua missão de ajudar a criar, melhorar e prolongar vidas.