Notícias

ITAU: a qualidade das operações para garantir a excelência do serviço

AESE fora de portas: O 17.º PGL visitou o ITAU, do Grupo Trivalor

“No dia 9 de fevereiro, o 17.º PGL, da AESE, acompanhado pela Diretora do programa Lúcia Vasco, fez a sua terceira visita a empresas. Após visitar a Seaventy, com o CEO Bernardo Ribeiro e Casto como anfitrião e o Centro de Despacho da EDP Distribuição, com Sofia Azevedo Gomes, foi a vez do grupo visitar o ITAU, empresa do Grupo Trivalor. A vice-presidente do 17.º PGL, Maria José Simões, gestora operacional do ITAU, foi a guia.” João Rui Batista, Knowledge and Research Manager da PwC, um dos elementos do grupo, conta como foi.

A sessão de acolhimento, entre outras pessoas, teve a presença de João Simões, Administrador do ITAU e Alumnus da AESE do 36.º PADE. Foi-nos apresentado o Grupo Trivalor, a sua estratégia de negócio e a sua relação com os seus clientes.
Seguiu-se uma apresentação da empresa ITAU desde o seu início, com todos os passos relevantes levados a cabo até chegar aos dias de hoje. O ITAU foi pioneira em Portugal no setor da restauração coletiva, tendo tido a 1.ª concessão de refeitórios com a prestação do serviço de alimentação, em 1963.

Ainda da parte da manhã, seguiu-se uma visita à cozinha da Siemens, localizada em Alfragide, local onde o grupo almoçou. Trata-se de um espaço onde são servidas mais de 1300 refeições por dia, com uma qualidade ímpar e com uma variedade elevada de oferta. Um grande obrigado à D. Rosa pela sua amabilidade e disponibilidade para nos explicar todos os detalhes da sua “mega” cozinha. Pudemos ver ao vivo a forma como a otimização das operações é crítica, num negócio onde a concorrência é forte e as margens não são elevadas.

O ITAU - Instituto Técnico de Alimentação Humana, S.A. pertence ao Grupo Trivalor. Este grupo conta com uma enorme diversidade de áreas, como Management & Services, Food services, Logística e Distribuição e Facility Services, e atua nas áreas de gestão integrada de serviços, serviços partilhados, saúde e segurança no trabalho, restauração coletiva, restauração pública e catering de eventos, vending, representações e logística, produção alimentar, produção industrial, segurança humana e eletrónica, limpeza, benefícios e incentivos, manutenção e gestão de facilities, gestão documental e trabalho temporário e outsourcing.  O Grupo Trivalor apresentou, em 2016, um volume de negócios de cerca de 770 milhões de Euros, conta com mais de 31 000 colaboradores e serve cerca de 96 milhões de refeições por ano.

De tudo o que vimos e aprendemos, gostava de sublinhar o crescimento sustentado que o Grupo Trivalor tem vindo a ter, com uma posição low-profile enquanto Grupo, mas sabendo capitalizar as suas várias marcas. De acordo com João Simões: “Podem não conhecer o Grupo Trivalor, mas certamente que já se cruzaram com alguma das nossas marcas.” E, de facto, é verdade!

Assistimos a um exemplo real da criticidade das operações numa organização com 87 milhões de Euros de vendas líquidas, cerca de 4500 pessoas, que servem cerca de 33 milhões de refeições por ano e onde todos têm de estar alinhados para servir o Cliente. Aprendemos ainda que o FIGO desempenha um papel muito relevante na gestão de cada um dos contratos. O FIGO é a ferramenta interna de gestão operacional dos contratos do ITAU.

Em resumo, penso que todo o grupo, do melhor 17.º PGL da AESE, está muito grato pela excelente operação de portas abertas que o ITAU nos proporcionou. Foi um dia muito completo e todas as pessoas que nos receberam sob a orientação da Maria José Simões, foram muito simpáticas e prestáveis. Sempre, sempre com um sorriso e boa disposição.”


Com as mãos na massa

Joana Rodrigues, Medical Scientific Liaison da CSL Behring AG e 17.º PGL, refere que “foi, sem dúvida, um dia de partilha inesquecível, organizado com muito cuidado e boa disposição".

No final da visita, o grupo teve a oportunidade de participar no workshop “Saúde à Mesa” no Alfrapark. O projeto Saúde à Mesa, desenvolvido pelo ITAU, é um projeto inovador que visa a promoção de hábitos alimentares mais saudáveis. Os pratos, criados por uma equipa de nutricionistas e elaborados por chefes de cozinha, visam garantir a manutenção de um bom estado de saúde. Na sua génese está uma cozinha simples, mas ao mesmo tempo requintada e muito saborosa.  Carateriza-se pelo baixo teor em sal, açúcares e gorduras e mantém uma elevada qualidade nutricional e organolética.

Após o workshop, os alunos tiveram ainda a oportunidade de “pôr as mãos na massa”, participando num showcooking num ambiente descontraído e divertido. Com a colaboração da nutricionista Mafalda, foi-nos colocado o desafio de preparar trufas de tâmaras, avelãs e cacau. Importa, por fim, salientar que o desafio foi cumprido com muito sucesso: estavam deliciosas!
As visitas a empresas impulsionadas pela AESE Business School enriquecem, em muito, os programas executivos. Transportam-nos para realidades distintas, permitem o conhecimento do modo de funcionamento de outras organizações e facilitam a consolidação de conceitos adquiridos durante o curso, num ambiente informal.”