Notícias

Transformar uma ideia num projeto credível

Apresentação pública de NAVES no 15.º Executive MBA AESE

O 15.º Executive MBA AESE apresentou planos de negócios para Novas Aventuras Empresariais (NAVES), no dia 30 de junho de 2017. Na reta final do programa de 2 anos letivos, os conhecimentos adquiridos pelos participantes materializaram-se na criação de novos negócios que poderão vir a ser implementados, sendo essa a vontade dos promotores. A cadeira de Naves tem por objetivo suscitar nos participantes do programa o potencial para o empreendedorismo e a capacidade de criação de novos negócios.

“O que poderia ter sido apenas um projeto académico, tornou-se numa empresa real e inovadora.” Assim o entende José Paulo Carvalho, Administrador da Hope Care, empresa nascida no decorrer do 9.º Executive MBA. “Com os meus colegas de projeto, recebemos do MBA uma formação de excelência que nos orientou nas diversas etapas da constituição da empresa Hope Care, SA. A disciplina de NAVES permitiu-nos sistematizar a ideia de negócio, transformá-la num projeto credível, aceite pelos diversos investidores, e concretizá-la.”

Este ano, refere o Prof. Vasco Bordado que : "Os participantes do 15.º Executive MBA AESE focaram-se nas novas tecnologias e ,assim, a maior parte dos projetos consistiram em plataformas web, algumas com interessante criatividade. Na apresentação pública o cuidado que dedicaram permitiu que, no seu conjunto, fosse hora e meia muito agradável."

Na sessão, foram tornados públicos 9 planos de negócios, promovidos por equipas de 3 a 4 elementos:

ENJOYMORE
João Horta, Joana Osório, Luís Cunha e Salomé Barreira apostaram num projeto que visa oferecer numa viagem “mais tempo para usufruir do destino e mais conforto na experiência de regresso a casa.” “Através de uma plataforma simples, userfriendly e de confiança, poderá reservar a recolha da bagagem no hotel após o check-out, garantindo com comodidade e segurança a entrega no aeroporto. Poderá aproveitar todo o seu tempo, por exemplo, através da reserva do serviço de cabeleireiro no aeroporto, ou simplesmente fazer as suas compras on-line nas lojas do aeroporto e recebê-las diretamente na porta de embarque. Tudo isto na mesma plataforma, com segurança e simplicidade.”

BGF CONSULTING SERVICES
Rui Bastos, Nuno Flora e Tiago Pereira pensaram numa “empresa que presta serviços de consultoria e auditoria exclusivamente na área da Cibersegurança. O seu principal objetivo é reduzir a exposição das empresas ao risco cibernético, através de um acompanhamento personalizado e dedicado aos seus clientes e de uma forte capacidade de resposta para atuar em situações de crise.”

CROWDPACK
Hugo Pinto, Hugo Rechena, Pedro Morais e Ricardo Monteiro conceberam um negócio que consiste numa “plataforma colaborativa (multisided Platform) para a entrega urbana de encomendas Pessoa a Pessoa (C2C), de encomendas de e-Commerce para lojas físicas e de refeições a casa (ambos os segmentos sendo B2C), usando uma comunidade de transportadores crowdsourced. Trata-se de um modelo de negócio disruptivo na área da logística para entrega e expedição em meios urbanos.” Saiba mais

MY SELFIE
Verónica Gaspar, Carlos Silva, João Machado e Pedro Capão projetaram “uma multsided platform para a agregação e apresentação de conteúdos de valor acrescentado aos seus Utilizadores, sendo esse valor gerado pela especificidade dos conteúdos entregues, oriundos de parcerias com Produtores ou outros agregadores de Conteúdos, bem como por via de Anunciantes com capacidade para produzir conteúdos igualmente relevantes.”

INGREDIENT
Daniela Neto, Francisco Barbosa, Marco do Vale e Hugo Branco criaram “uma lifestyle brand, uma inovadora marca de produtos pessoais de cosmética natural de qualidade superior, centrada no consumidor urbano, informado, exigente, eticamente consciente e com poder de compra.” Segundo os promotores, “o objetivo da empresa é comercializar produtos cosméticos naturais, procurando soluções de negócio sustentáveis para todos os seus stakeholders ao longo da cadeia de valor e promovendo a consciência social e ambiental, tornando-se uma referência do setor pela sua conduta ética e qualidade dos seus produtos. A filosofia de base da empresa respeita os princípios das B Corporations, advogando que a atividade comercial deve ser levada a cabo de modo a respeitar toda a cadeia de valor, de acordo com princípios humanistas.”

E-POINT
Afonso Carvalho, Diogo Ivo Cruz, João Mourinho, Mário Carriço desenharam um negócio que “ambiciona ser o Booking dos eventos empresariais e de formação”. “Queremos conquistar o espaço em branco que ainda existe neste segmento de mercado, tanto em Portugal como na grande maioria dos países Europeus, construindo uma plataforma única e inovadora que, para além de agregar eventos, disponibiliza ferramentas de networking, contribuindo assim para a sua democratização. Temos como objetivo a cinco anos criar uma comunidade superior a 100 mil utilizadores e mais de 10 mil eventos promovidos por ano.” Saiba mais

MY HEALTH FILE
Carlos Oliveira, Miguel Oliveira e Nuno Marques pensaram numa “empresa especializada na organização, tratamento, análise e disponibilização de dados de saúde, apresentando-se como um parceiro essencial na manutenção do conhecimento do estado geral de saúde dos seus clientes. Os nossos clientes terão acesso permanente através de uma App à sua informação (desde relatórios de exames clínicos, medicação prescrita, etc), obtida diretamente a partir dos sistemas dos prestadores de cuidados de saúde a que habitualmente recorrem ou de outras fontes. Esta informação poderá ser por eles disponibilizada a outros prestadores de cuidados de saúde, evitando a necessidade de repetição de exames e contribuindo para a obtenção de diagnósticos mais céleres. Adicionalmente, por análise da informação armazenada, o sistema poderá recomendar a realização de exames ou consultas.”
 
TOMORROW SEED
Ana Augusto, Elisabete Rebola, Filipe Pernas e Ricardo Gonçalves viram nos frutos secos “uma tendência cada vez mais presente na dieta alimentar ocidental.” “Um estilo de vida mais saudável e equilibrado tem ganho expressão nos últimos anos, sobretudo na Europa e América do Norte. Assim, a Tomorrow Seed pretende assegurar a entrega de produtos de qualidade e autóctones, que reforcem a tendência de adoção de hábitos alimentares saudáveis, contribuindo para o desenvolvimento da agricultura, enquanto setor estratégico e de diversificação da economia.”

CARD X
Cristina Mesquita, Paulo Mesquita, Carlos Paulino e João Lapa propuseram-se “desenvolver e comercializar uma solução com base numa multisided platform que permita ao consumidor e ao pequeno e médio retalhista comunicar em tempo real e de forma personalizada com base num CRM simples. Ao utilizador, a app permite agregar cartões de fidelização de variadas marcas comerciais num só local, no seu dispositivo móvel, com conveniência e disponibilidade permanente. Ao pequeno e médio retalhista, permite promover a sua marca através da comunicação das suas recompensas, bónus, descontos ou benefícios, antes ou durante as suas transações comerciais, de uma forma personalizada e sobretudo imediata e económica, melhorando a retenção mas também a aquisição de clientes. Estabeleceram-se como variáveis diferenciais: Instant recognition, Instant rewarding, Instant enrollment e Instant update. A solução CardX irá assim potenciar a relação entre utilizadores e pequenos e médios retalhistas, a um custo sustentável, maximizando a utilidade para ambos os intervenientes e criando valor através da interação dos diferentes grupos, criando um efeito de rede incremental.” Saber mais


Com base na apresentação pública, os projetos foram avaliados pelos Professores em função da viabilidade da implementação do negócio.