Notícias

Um mandato limitado para que todos fiquem a ganhar

Career Management

Lisboa, 18 de fevereiro de 2019
Career Management
Um mandato limitado para que todos fiquem a ganhar 
Reinventar-se profissionalmente depois dos 50 é um desafio cada vez mais planeado por parte de dirigentes e executivos. Desafio esse que pode conjugar-se com êxito quando empresas procuram a expertise de quem sabe para solucionar uma fase do negócio particularmente crítica.
Neste sentido, a AESE convidou Maria do Rosário Pinto Correia e Leonor Colaço da Experienced Management, para uma sessão de Career Management para os Alumni do Executive MBA AESE. A missão das convidadas consiste em aplicar o conceito de “interim management”, para profissionais de gestão que pretendam apostar “num mandato limitado no tempo e no espaço” e acrescentar valor a uma organização. 
“Ponderação, visão global, capacidade de análise e de mentoria, adaptação rápida, … são alguns dos benefícios imediatos que estes gestores experientes trazem para as equipas e as organizações.” Esta solução aporta “rapidez no processo de seleção e início de desempenho” do trabalho proposto. Ao assumirem essa tarefa, os profissionais seniores garantem o “foco total no desafio, decorrente da clareza do mandato e do seu âmbito.” A sua “capacidade de análise, diagnóstico e implementação, advém da experiência anterior e da clara definição do mandato.” Para além disso, a “intervenção é mais forte, pois as consequências futuras a nível de relação com colegas não são preocupação dos Interim.” 
Das situações apontadas para uma colaboração desta natureza, as oradoras destacaram “um processo de desenvolvimento de uma nova linha de produtos ou da criação de uma nova linha de produção, de uma ausência temporária de um profissional que se quer recuperar à entrada num novo segmento de mercado, de processos de internacionalização ou de reorganização empresarial, da necessidade de acompanhar um profissional num cargo que ocupa pela primeira vez ou da formação de uma equipa de gestão”.
Os participantes abriram o debate na reta final do encontro de modo a perceber como podem recorrer a esta alternativa no âmbito dos seus negócios; e de como poderão vir a contribuir com o seu know how na vida de outras empresas em fase de crescimento e mudança.

Reinventar-se profissionalmente depois dos 50 é um desafio cada vez mais planeado por parte de dirigentes e executivos. Desafio esse que pode conjugar-se com êxito quando empresas procuram a expertise de quem sabe, para solucionar uma fase do negócio particularmente crítica.

Neste sentido, a AESE convidou Maria do Rosário Pinto Correia e Leonor Colaço da Experienced Management, para uma sessão de Career Management destinada aos Alumni do Executive MBA AESE. A missão das convidadas consiste em aplicar o conceito de “interim management”, para profissionais de gestão que pretendam apostar “num mandato limitado no tempo e no espaço” e acrescentar valor a uma organização. 

“Ponderação, visão global, capacidade de análise e de mentoria, adaptação rápida, … são alguns dos benefícios imediatos que estes gestores experientes trazem para as equipas e as organizações.” Esta solução oferece “rapidez no processo de seleção e início de desempenho” do trabalho proposto. Ao assumirem essa tarefa, os profissionais seniores garantem o “foco total no desafio, decorrente da clareza do mandato e do seu âmbito.” A sua “capacidade de análise, diagnóstico e implementação, advém da experiência anterior e da clara definição do mandato.” Para além disso, a “intervenção é mais forte, pois as consequências futuras a nível da relação com colegas não são preocupação dos Interim.” 

Das situações apontadas para uma colaboração desta natureza, as oradoras destacaram “um processo de desenvolvimento de uma nova linha de produtos ou da criação de uma nova linha de produção, de uma ausência temporária de um profissional que se quer recuperar, à entrada num novo segmento de mercado, de processos de internacionalização ou de reorganização empresarial, da necessidade de acompanhar um profissional num cargo que ocupa pela primeira vez ou da formação de uma equipa de gestão”.

Os participantes abriram o debate na reta final do encontro, de modo a perceber como podem recorrer a esta alternativa no âmbito dos seus negócios; e de como poderão vir a contribuir com o seu know how na vida de outras empresas em fase de crescimento e mudança.