anterior
seguinte


Correio da AESE n.º 706 | 8 de novembro de 2017

Caro Alumnus/ Estimada Alumna AESE

A Assembleia da AESE permitiu aos Alumni “tocar” o “Mundo 4.0”, dos negócios às pessoas, percorrendo vários setores de atividade. Este evento reuniu cerca de 700 dirigentes, no dia 20 de outubro, no Centro de Congressos do Estoril.

O Presidente da República deixou uma mensagem à Comunidade AESE, reforçando a oportunidade deste debate: “Vivemos um momento especial de transformação na economia, nas organizações, nas nossas casas e famílias, que exige humildade para aprender diariamente, ter a mente aberta à Inovação e ao Conhecimento, ir ao terreno, saber ouvir o Outro, trabalhar em equipa, motivar aqueles que nos rodeiam, praticar os valores da Ética e ter visão estratégica de médio prazo.”  

Patrick Dixon inaugurou a série de conferências sobre os desafios do futuro, utilizando humor, sem prejuízo de ter avançado com dados objetivos do novo mundo. ( Ver vídeo) De seguida, subiram ao palco Professores e executivos, que com a sua experiência de liderança explicaram a realidade que já é a sua.

Sobre os Negócios 4.0, o Prof. Adrián Caldart apresentou um estudo AESE que incidiu sobre estratégia digital das organizações portuguesas, considerando o universo de Alumni da Escola e a forma como enquadram este tema nas suas empresas.

A New Holland mostrou como pratica a Sustainable Agriculture, a Bosch deu o exemplo de uma Indústria 4.0 ao serviço das pessoas e a Fnac evidenciou as mais valias da distribuição online e a sua estratégia omnicanal.

O tema da inteligência artificial foi explorado por Michael Karasick, da IBM, que referiu que o erro é uma característica dos humanos, da qual os computadores não estão isentos.

Explorado o Mundo 4.0 nos Negócios seguiu-se o debate sobre a gestão das pessoas e o Mundo 4.0 – conhecimentos e experiências com valor acrescentado, dos quais daremos conta no próximo número do Correio da AESE.

O Prémio das Melhores Empresas para Trabalhar foi entregue na AESE, parceira da Exame e da everis, pelo segundo ano consecutivo. A Blip foi a grande vencedora na categoria de desenvolvimento pessoal/profissional. A distinção MEPT é acompanhada de perto pelas empresas e pelos seus colaboradores e tem por objetivo valorizar e promover as Boas Práticas em Portugal, no que respeita à “atração, retenção e desenvolvimento de capital humano”.  

Naves, Sociedade de Capital de Risco, promoveu a apresentação de projetos de Agribusiness, no âmbito do seu Fundo Crescimento Verde & Azul. A sessão, que teve lugar na AESE, em Outubro, teve por finalidade dar a conhecer projetos de startups nos setores da Agricultura que procuram investimento.

De parabéns está também o Prof. André Vilares Morgado que finalizou o seu processo de doutoramento, no passado dia  26 de outubro.


No Panorama veja notícias sobre …
•    “Olho de falcão” para Margaret Court
•    Muçulmanos na Europa: diferentes graus de integração
•    O debate que incomoda o Google
•    “A Viagem”


Reflexões mais profundas na Documentação:

•    Liderança feminina: questão de “business”
•    Reintroduzir as mães na empresa

 


Cláudia Dias | claudiadias@aese.pt