Nuno Costa Jorge

"O GOS fez-me pensar muito, fez-me pensar na instituição como um todo que conflui para um objetivo estratégico. Dizemos muitas vezes que o mais importante são os recursos humanos, a equipa, mas daí a estar alinhada a equipa à instituição vai um passo muito grande. 

Muitos passos até lá chegar e perceber que objetivar, alinhar estrategicamente e entender como tudo conflui, o que a equipa tem de conhecer e como participar para poder chegar a um fim, isso foi o mais importante para mim, ter conseguido perceber que, com trabalho, consegue-se chegar a esse fim.

Recomendo a participação no GOS a todas as pessoas que tenham um papel preponderante na definição da estratégia, na participação da estratégia ou da decisão."


Nuno Costa Jorge, JRS Portugal