António Carmona Rodrigues

ANTÓNIO CARMONA RODRIGUES
PROFESSOR UNIVERSITÁRIO E CONSULTOR
«Quando em 2010 resolvi fazer o PADE, sabia que era uma opção boa numa determinada fase da minha vida, em que precisava de consolidar e adquirir novos conhecimentos ao nível da Alta Direção. Sabia que ia encontrar um programa repleto de interesse em diversas áreas e que ia dar muito trabalho. Hoje, posso inequivocamente afirmar que o PADE excedeu largamente as minhas expectativas e que o esperado trabalho se transformou em prazer. Várias pinceladas posso tentar dar para ajudar a traçar o quadro. Em primeiro lugar, a organização do programa é irrepreensivelmente profissional. O conjunto de professores é também de elevadíssima qualidade e a programação curricular, baseada no “método do caso”, encontra-se muito bem estruturada. Para além disso, o trabalho de grupo, partilhado por outros colegas com grande riqueza curricular, contribui para o estímulo, o enriquecimento e o aprofundamento do nosso trabalho. Por todos estes motivos, e ainda por ter sido uma experiência muito gratificante a nível pessoal, não tenho dúvidas que ter decidido fazer o PADE foi altamente positivo para a minha atividade futura.» 

Quando, em 2010, resolvi fazer o PADE, sabia que era uma opção boa numa determinada fase da minha vida, em que precisava de consolidar e adquirir novos conhecimentos ao nível da Alta Direção. Sabia que ia encontrar um programa repleto de interesse em diversas áreas e que ia dar muito trabalho. Hoje, posso inequivocamente afirmar que o PADE excedeu largamente as minhas expectativas e que o esperado trabalho se transformou em prazer. Várias pinceladas posso tentar dar para ajudar a traçar o quadro. Em primeiro lugar, a organização do programa é irrepreensivelmente profissional. O conjunto de professores é também de elevadíssima qualidade e a programação curricular, baseada no “método do caso”, encontra-se muito bem estruturada. Para além disso, o trabalho de grupo, partilhado por outros colegas com grande riqueza curricular, contribui para o estímulo, o enriquecimento e o aprofundamento do nosso trabalho. Por todos estes motivos, e ainda por ter sido uma experiência muito gratificante a nível pessoal, não tenho dúvidas que ter decidido fazer o PADE foi altamente positivo para a minha atividade futura.


António Carmona Rodrigues
Professor Universitário e Consultor