Estrutura

 

O PADIS - Programa de Alta Direção de Instituições de Saúde constitui uma oportunidade real de aperfeiçoamento pessoal, profissional e organizacional. 


Perfil dos participantes

O PADIS destina-se a Altos Dirigentes de Instituições de Saúde (Cuidados Primários, Hospitalares e Continuados; Organismos de Tutela e de Supervisão Técnica, Deontológica e Operacional) nos setores público, privado e social.

Estrutura

O PADIS é constituído por 12 semanas.
O programa inclui uma visita à Clínica Universidad de Navarra.

Comportamento Humano na Organização
A Motivação e a Organização, a Gestão dos Recursos Humanos, a Liderança e Direção de Pessoas, e a Ética na Liderança são as áreas centrais destas sessões, discutidas através dos seguintes pontos focais:
  • A gestão de equipas nas instituições 
  • A avaliação do desempenho
  • Gestão de conflitos
  • Aspetos éticos da gestão da saúde.



Gestão de operações e excelência no serviço
Os conceitos básicos de Operações, a Produtividade, a Inovação e a Qualidade, o Aprovisionamento e a Logística em Saúde, bem como as Operações em Serviços, são as áreas discutidas através dos seguintes temas:
  • Avaliação das tecnologias médicas
  • Critérios gerais sobre compras
  • Subcontratação de serviços
  • Logística em saúde
  • Da satisfação à fidelização
  • Louvores, sugestões e reclamações
  • Incremento da produtividade
  • A melhoria permanente.
 
Sistemas de saúde
  • O setor da saúde: visão macro; contexto global de mudança.
  • Novas Tendências na Gestão da Saúde
  • Mobilidade e distribuição de recursos
  • Articulação e integração de cuidados.

Sistemas de controlo de gestão e finanças
O Balanço e a Demonstração de Resultados, a Tesouraria, os Planos e Orçamentos, o Controlo de Gestão, as Finanças Previsionais e a Avaliação de Investimentos são os temas destas sessões, onde serão abordados os seguintes elementos:
  • Contabilidade financeira
  • Balanced Scorecard
  • Sistemas de custeio e análise de custos
  • Indicadores de gestão
  • Análise de investimentos.
Sistemas de Informação para a Saúde
  • O que são e para que servem?
  • Análise, requisitos e plano de implementação de um SI para a saúde
  • Registo de saúde eletrónico (RSE)
  • SI como suporte de um plano de melhoria de segurança e qualidade
  • Supervisão de projetos de SI para a saúde
  • Alta direção e SI para a saúde.
 
Política de Empresa e Direção-geral
A Organização e a Estrutura, as Relações de Poder e o Governo da Instituição são as áreas destas sessões.
Os temas a abordar passam por:
  • Plano de negócio
  • Delegar e organizar
  • Sistemas de direção e cultura de empresa
  • Estrutura de gestão e estrutura de governo
  • Planeamento estratégico.
Direção comercial
  • Estratégias de marketing em saúde
  • O risco comercial da saúde: perspetiva do prestador e do financiador.
 

 

Objetivos

O PADIS destina-se a Altos Dirigentes de Instituições de Saúde (Cuidados Primários, Hospitalares, Cuidados Continuados, Organismos de Tutela, Organismos de Supervisão Técnica, Deontológica e Operacional) dos setores público, privado e social, nomeadamente: Membros dos Conselhos Executivos e dos Conselhos Clínicos dos ACES, Membros do Conselho de Administração dos Hospitais, Diretores de Serviço, Chefes de Serviço ou equiparados.

Com o PADIS, os participantes vão:
  • Treinar a capacidade de articulação e de integração em grupos de trabalho multidisciplinares
  • Exercitar as competências de diálogo e de respeito interpares perante problemas reais complexos
  • Melhorar as capacidades para integrar, organizar, motivar e dirigir pessoas
  • Atualizar os conhecimentos, a perícia e as aptidões diretivas
  • Ampliar o conhecimento das diversas vertentes e interações que constituem a Gestão das Instituições de Saúde numa perspetiva de otimização e racionalização dos recursos
  • Melhorar a capacidade de decidir, analisando o seu impacto nas outras áreas do sistema de saúde
  • Desenvolver uma maior aptidão para compreender a realidade interna e o contexto social e económico em que se insere o Sistema de Saúde
  • Ficar com pena de o Programa ter terminado.
  

 

         


Outros testemunhos

“A participação no PADIS é uma oportunidade ímpar de desenvolvimento e aquisição de conhecimentos na área da gestão da saúde que acaba por se traduzir numa visão distinta e inovadora, relativamente a aspetos essenciais da governação clínica. O rigor, a dinâmica e o detalhe que, num ambiente multidisciplinar, são colocados na discussão de preparação dos casos, constituem uma marca reconhecida por todos os participantes. Para além disso, esta é uma das experiências mais extraordinárias no âmbito da formação organizativa em instituições de saúde, não só pela abrangência e transversalidade dos temas debatidos através do método do caso, mas ainda pela dimensão ética e a cultura de valores essenciais na desconstrução e reconstrução de conceitos para uma liderança de exceção.”

Alberto Bessa Peixoto | Director Clínico, Hospital de Braga




"O PADIS é um programa de formação em gestão, que através de várias matrizes nos ajuda a arrumar “pastas” na nossa cabeça.

Além da aquisição e consolidação de competências técnicas e pessoais, o facto de ser um grupo multifacetado faz com que a partilha  de diferentes vivências da dinâmica hospitalar nas sessões de grupo seja muito enriquecedora.

A gestão eficaz de tempo , o foco no que é importante e não urgente. a procura da qualidade, o planeamento estratégico foram mensagens transmitidas transversalmente por todos  os elementos do Corpo Docente do PADIS."

Carla Bentes | Diretora do Serviço de Anestesiologia, CHVNGaia/Espinho



 

"O momento da visita à Clínica de Navarra significou, pela possibilidade de vivermos 3 dias em conjunto, um marco muito interessante, não somente pelo contacto com a realidade da CUN, mas porque aproximou ainda mais todo o grupo de um modo fenomenal.

A importância das relações pessoais, dos contactos e da network foi ali bem reforçada.
O ambiente organizado, sempre sereno e respeitoso ao longo de todo o curso é outra das marcas que levo desta experiência.

Aos 52 anos senti-me voltar à escola de um modo empenhado e entusiástico e deixo, sem qualquer margem de duvida, a minha recomendação a todos os que ainda não fizeram o PADIS para que o façam porque é mesmo IMPERDÍVEL."

Carlos Nascimento | Diretor Bloco Operatório e Adjunto direcção Médica, Centro Hopsitalar de Lisboa Ocidental

 


 

"Assumi há algum tempo um cargo de direção e isso, apesar de há já uns anos vir a desenvolver um cargo com alguma responsabilidade em direção. Achei que é a altura de parar, analisar e começar a aprender a ver, fazer uma aprendizagem e sobretudo tentar (sou médica) encontrar outros conhecimentos mais alargados de gestão, que me permitissem ter uma visão mais global da instituição onde trabalho há muitos anos e por quem tenho, além de tudo, uma ligação afetiva grande e, portanto, queria apostar num desempenho que deixasse alguma marca positiva.

O PADIS é enriquecedor em conhecimentos, abrangente, porque aborda um leque enorme de saberes a nível de gestão e motivador, porque depois de passarmos por um programa destes, dá-nos muita vontade de permanecer ligados, e conseguir vir, de vez em quando, fazer um refresh, voltar a ver casos, voltar a falar, saber como é que se concluiu um caso ou outro. Portanto, aconselho vivamente."

Paula Sarmento | Diretora Clinica e Vogal do Conselho de Administração, Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga





"
A frequência deste programa fez-me mudar pessoalmente a minha experiência. Aprendi a valorizar, a lidar com a diferença, quer a diferença de opinião das pessoas, quer a diferença da experiência que as pessoas tinham e quer também a diferença quando nos confrontavam com a nossa forma de pensar.

Isso constituiu de facto uma grande mais-valia, perceber que com os outros podemos enriquecer o nosso contributo depois para a organização. Portanto, acho fenomenal a participação de tanta gente, tantas áreas do saber e formas de pensar tão distintas da nossa.

O PADIS trouxe-me para a realidade a teoria. O método do caso é um método extraordinário, porque primeiro, obriga-nos a refletir internamente o caso numa perspetiva muito individual. Depois, temos um confronto com o nosso grupo acerca das ideias dos outros e é extremamente enriquecedor perceber as perspetivas que os outros têm sobre o mesmo caso e, mais tarde, a cereja no topo do bolo que é a grande mestria que os professores do PADIS têm em conseguir, através dos quadros cerâmicos, levar-nos a perceber qual é a lição daquele caso."

Rui Guimarães | Diretor Clínico, Hospital de Santa Maria Maior, E.P.E



"Foi uma experiência enriquecedora, pelos conhecimentos e pelas ideias que me foram transmitidas.

Uma experiência única, posso dizer também, porque conheci pessoas únicas, um ambiente único, um programa realmente excecional e inesquecível, porque foi marcante, foi muito gratificante para mim ter feito o PADIS e devo dizer sinceramente que tenho pena que termine e acho que vai mesmo deixar muitas saudades."

Eugénia Parreira | Diretora do Serviço de Medicina Interna, Unidade Local de Saúde do Nordeste



"A experiência que me foi relatada por outras pessoas, o facto de ser um curso diferente, um curso a exigir de nós muita participação, muito empenho, muito trabalho, mas por outro lado, um curso inspirador que nos motiva a descobrir coisas que às vezes até estavam dentro de nós, potencialidades que tínhamos, mas que desconhecíamos. No fundo, leva-nos a uma descoberta e a um processo de crescimento.

O que eu retiro deste curso, é que há aqui um crescimento e um crescimento a todos os níveis. No nível de conhecimentos, mas também um crescimento interior. Existe ainda um crescimento como grupo, porque no curso criam-se dinâmicas de grupo interessantes, há uma partilha de saberes diferentes.

Saio daqui com vontade de ser melhor. Fazer melhor no dia a dia cada vez mais e acho que aprendi muito com isso e cresci."

Fernando Vaz | Administrador  e  Diretor do Serviço de Oftalmologia, HOSPITAL DE BRAGA



"Sinto-me satisfeito com este know-how que apreendi e também com todo o meu conhecimento de 35 anos de carreira de administração hospitalar.

Recomendaria, por exemplo, que todos os conselhos de administração, todos os elementos, fizessem o PADIS. Fiquei agradavelmente surpreendido. Pela positiva, com certeza.

Quem selecionou as pessoas e os colaboradores para fazerem o PADIS, selecionou-os com muita inteligência e muito saber, porque encontramos várias profissões, com as quais nos hospitais todos os dias lidamos e todos em consonância. E são pessoas conhecedoras. Não são pessoas novatas. Estavam todos motivados no curso. Isso equivale a dizer que estávamos semanalmente a apreender novas situações em termos de saúde. Os conhecimentos que temos de outros lugares, de outros hospitais, dão-nos satisfação para melhorar diariamente os nossos hospitais onde estamos a gerir."

Carlos Cadavez | Presidente do Conselho de Administração, Centro Hospitalar de Trás os Montes e Alto Douro

 
Inscreva-se aqui